INSTITUCIONAL

Quando falamos de associação comercial, é comum que muitos empresários, e até mesmo diretores e colaboradores de associações, não consigam explicar ou traduzir o trabalho desta instituição. Assim para facilitar tanto o entendimento da finalidade quanto para direcionar os trabalhos das ACE, foram estabelecidas algumas propostas de valores fundamentais para o trabalho que qualquer instituição, para que além de promover a cultura da cooperação e condições de competitividade às empresas associadas, também se ocupa da criação de um ambiente favorável à atividade empreendedora. Assim, sua estrutura, portfólio, recursos humanos e processos refletem a capacidade de alcance desses objetivos estratégicos, expressos, na proposta de valor.

Nos dias 19 e 26 de junho de 2018, foi realizada a Oficina de Planejamento Estratégico com o propósito de elaborar Planos de Ação para a Associação Empresarial de Sarandi- ACIS, para o período de 2018/2020.

Na abertura dos trabalhos, foi enfatizado a importância dessa oficina para a associação, buscando a partir deste trabalho traçar os objetivos, os resultados e as ações para levar a ACIS da situação atual para um nível melhor, promovendo dessa forma o desenvolvimento.  

Foi apresentado aos participantes o roteiro metodológico proposto para o planejamento estratégico, as técnicas de visualização e documentação utilizadas para o trabalho em grupo no enfoque participativo METAPLAN, estruturando-se o programa de trabalho. 

Os trabalhos foram iniciados com a apresentação do modelo de certificação, aapresentação do diagnóstico realizado junto aos gestores, na sequência avaliação por meio de sessões livres de coleta e estruturação de ideias para a revisão da Missão, Visão e a análise da situação atual, identificando os pontos positivos e negativos da ACE – FOFA ou análise SWOT.

Finalizando a etapa de análise da situação atual, foram identificados os Focos Estratégicos conforme proposta de Valor da certificação e os resultados esperados, para o período 2018 a 2020.

Foram planejadas as principais ações a serem implementadas para se alcançar os resultados e os focos estabelecidos.  Após listadas as ações, foram criados GT – Grupos de Trabalho onde os responsáveis detalharam as atividades em nível operacional. Propôs-se também um modelo para o acompanhamento operacional, enfatizando a importância de se trabalhar de forma participativa na elaboração do cronograma, possibilitando a definição conjunta pelos envolvidos na execução das atividades, do tempo necessário, do período mais recomendado para a realização das mesmas, da articulação das atividades entre si e avaliação dos períodos de execução considerados críticos. 

Dispõe assim, a ACIS, de um conjunto de atividades que deverão nortear não apenas as atividades inovadoras, mas também as atividades rotineiras preocupadas com a qualidade e sustentabilidade de suas ações e o crescimento da associação.